A importância do cálcio para os ossos e sua relação com a Osteoporose

11 de maio de 2016 | sem comentário | Categoria(s): Osteoporose

Os sintomas da deficiência de cálcio se refletem principalmente na fraqueza dos ossos, que dão origem à Osteoporose.

A Osteoporose é uma doença provocada pela perda gradual de massa e resistência dos ossos, provocando dores e aumentando o risco de fraturas, especialmente da bacia, pernas e braços. O risco de desenvolver Osteoporose aumenta com a idade e afeta, na maioria, mulheres na menopausa.

O processo natural de envelhecimento pode causar muitas doenças relacionadas à deficiência de cálcio. Com o passar dos anos, os ossos começam a afinar, aumentando a sua necessidade diária de cálcio.

A perda de cálcio é uma das causas da Osteoporose e ocorre por causa da deficiência de estrogênio, porém, outros hormônios como os androgênios, os glucocorticóides, o hormônio de crescimento e o hormônio da tireóide também têm influências sutis.

Além do cálcio, outro elemento importante para manter um equilíbrio na produção de massa óssea é a vitamina D, que estimula a reabsorção óssea, aumentando os níveis de cálcio no sangue. Quando ocorre deficiência do estrogênio, principalmente, a absorção de cálcio e os níveis de vitamina D se reduzem, e voltam ao normal quando o hormônio é reposto.

Sintomas que podem indicar falta de cálcio no organismo:

– Dores e cãibras musculares
– Ossos fracos ou deformados
– Espasmos musculares
– Dor na coluna
– Dormência e formigamento nas mãos, pés e rosto

Os tratamentos atuais para a Osteoporose não revertem a perda óssea completamente. Como a Osteoporose é freqüentemente diagnosticada somente após a instalação da doença, é importante tomar, desde a juventude, cuidados que ajudam a retardar ou mesmo evitar o desenvolvimento da doença.

As principais estratégias para melhorar o pico de massa óssea e reduzir as perdas ao longo da vida são:

– Alimentação balanceada, com atenção para o cálcio
– Uso de medicamentos com ingestão de cálcio e vitamina D
– Exposição moderada ao sol
– Prática regular de exercícios físicos que estimulam a formação óssea e previnem a reabsorção, como a caminhada

alimentos calcio osteoporose

Para as mulheres, o cálcio é mais benéfico ainda, principalmente na perimenopausa, porque aumenta a massa óssea antes do início da perda rápida, que ocorre nos primeiros anos da menopausa. O cálcio também ajuda a regular a pressão sangüínea, além de auxiliar no controle da hipertensão.

Apesar dos diversos benefícios do cálcio, o consumo acima do permitido pode prejudicar o estado nutricional de ferro, magnésio, fósforo e zinco, os quais o cálcio inibe a absorção.

Segundo a Ingestão Dietética de Referência (DRI), o nível máximo tolerável de cálcio no organismo é de 2.500 mg ao dia, tanto para homens quanto para mulheres.

Por isso, sempre que possível é importante incluir alimentos ricos em cálcio na alimentação, mas, preferencialmente com orientação médica ou de um nutricionista.


Leia também


Deixe um comentário

Seja o Primeiro a Comentar!

Notify of
avatar
wpDiscuz