Depressão e Fibromialgia o que essas doenças tem em comum?

26 de setembro de 2013 | sem comentário | Categoria(s): dor no corpo

Muitas vezes algumas doenças podem ser a causa de outras. Entenda como a depressão e a fibromialgia se relacionam.

Nosso corpo e nossa mente devem estar em harmonia constante para que tudo ao redor flua de maneira normal e sadia. Quando apresentamos disfunções em uma das partes deve-se prestar atenção, principalmente quando as duas estão envolvidas em conflito. Sabe-se que a depressão tem sua principal característica no quis respeito a transtornos emocionais, ruminação de pensamentos, insônia ou até mesmo sono demais, irregularidade no apetite entre vários outros sintomas causado por esta doença.

Por sua vez, Fibromialgia são pontos do nosso corpo no qual sentimos mal-estar, dores difusas, uma tensão o que influencia o nosso humor, disposição intensa para o trabalho ultrapassando os limites das eficácias e muitas vezes até a própria depressão. Não é a toa que em alguns dos tratamentos para Fibromialgia são receitados antidepressivos.

Depressão é uma doença séria e deve ser tratada, esta combinação não pode ser levada a diante, o corpo reclama e a cabeça padece.

O que a depressão e a fibromialgia têm em comum?

As pessoas que sofrem de fibromialgia geralmente podem apresentar sintomas relacionados à depressão, por tanto a ligação entre as duas.

As dores (fibromialgia) que por sua vez deveriam ter intervenção física são ocasionadas em consequência ao estado emocional do paciente (depressão).

Busque tratamentos tradicionais e caso não se sinta segura, procure auxílio alternativo como o da Naturologia, por exemplo.

Existe também tratamento por meio de sensores. Este método apura a avaliação do sistema nervoso central, tornando possível a descoberta do ponto principal em que a depressão está atuando.

O que você não pode deixar que aconteça é a permanência constante destes sintomas. São problemas graves e podem levar a pessoa a casos extremos, começam com estágios leves e com o passar do tempo, sem o tratamento ideal, vão agravando o elevando os graus gerando riscos e pondo a pessoa em risco sua saúde mental e corporal.

Para entender melhor sobre a relação da Fibromialgia com a Psicologia leia o artigo  doença leia o artigo Como a Psicologia pode ajudar a tratar sintomas da Fibromialgia ou entre em contato com a Clínica Vertebrata.


Leia também


Deixe um comentário

Seja o Primeiro a Comentar!

Notify of
avatar
wpDiscuz