Osteoporose pode causar fratura na coluna. Saiba como prevenir!

13 de janeiro de 2017 | sem comentário | Categoria(s): coluna vertebral, dores nas costas

Falta de cálcio nos ossos decorrente da osteoporose causa maior número de fraturas na coluna vertebral.

Uma das doenças que mais atingem a população da terceira idade, mas que pode se manifestar em qualquer estágio da vida adulta, é a osteoporose. Como o nome indica, é o “osso poroso”, o “osso frágil”, ou seja, um tecido ósseo enfraquecido pela falta do minério cálcio. A Osteoporose ocorre quando a quantidade de massa óssea diminui significativamente, dando lugar à ossos ocos, finos e muito mais sujeitos à fraturas.

Segundo a Associação Brasileira de Avaliação Óssea e Osteometabolismo (Abrasso), são 10 milhões de brasileiros que sofrem com a doença. Cerca de 5% da população do país. Nos Estados Unidos, Japão e Europa, esse número soma 75 milhões de pessoas, sendo a causa principal de quase 9 milhões de fraturas no mundo. As mulheres são as mais atingidas: uma em cada três mulheres são atingidas pela osteoporose, enquanto entre os   homens, um em cada oito sofre da doença.

Osteoporose fratura na coluna vertebralColuna vertebral é uma das mais atingidas pela osteoporose

Por se tratar de uma doença que atinge diretamente os ossos, afeta também, às vezes de forma bastante severa e repentina, as vértebras da coluna vertebral, fundamentais para ficar de pé, andar, sentar e erguer objetos.

Sintomas de fraturas vertebrais relacionadas à osteoporose são dores intensas nas costas, geralmente causadas por compressão vertebral no tecido ósseo enfraquecido.

Alguns dos sintomas mais comuns de fraturas na coluna vertebral ocasionadas pela osteoporose, além da dor súbita nas costas, são:

  • Aumento da dor quando estiver em pé ou se locomovendo
  • Dor ao fazer movimentos de flexão do tronco
  • Perda de altura
  • Deformidade da coluna vertebral
  • Dores ou sensações estranhas ao mover os membros

ossos com osteoporose podem sofrer ratura na colunaFatores de risco da osteoporose

Patologia gradual, mas silenciosa, a osteoporose é difícil de ser detectada precocemente, pois apresenta poucos sintomas e se desenvolve ao longo de anos. A doença costuma se revelar na ocorrência de fraturas repentinas das quais uma ossatura normal estaria protegida. E uma vez fraturado, o osso apresenta dificuldade de calcificação.

Grande parte dos diagnósticos da doença apontam o envelhecimento natural e causas genéticas como seus principais causadores.  As mulheres são mais propensas a desenvolver um quadro de osteoporose, uma vez que, após a menopausa há súbita queda na produção de estrogênio, um dos hormônios responsáveis por estimular a fabricação de massa óssea.

Outros fatores recorrentes são alimentação pobre em cálcio e vitamina D, pouca exposição ao sol, sobrepeso,  disfunções hormonais, consumo exagerado de cigarro e bebida alcoólica.

diferença entre osso com osteoporose e osso normalDicas para prevenir fraturas na coluna causadas pela osteporose

A osteoporose é causada basicamente pela falta de cálcio no organismo, que pode ser resultado do envelhecimento ou da baixa capacidade de ingestão e absorção do mineral. Embora se manifeste normalmente na terceira idade, a prevenção começa na infância e adolescência, através de uma alimentação saudável que contenha porções corretas de cálcio e prática regular de atividades físicas.

Para prevenir a osteoporose é indicada a ingestão de cerca de 1200 UI de cálcio por dia, além da prática de exercícios físicos como caminhada, dança, hidroginástica e Pilates. Alguns alimentos ricos em cálcio são o o leite e derivados (iogurte e queijo), vegetais verde-escuros (como o brócolis), ovo, feijão e peixes como atum e sardinha.

A exposição diária ao sol, em média de 20 a 30 minutos por dia, também é muito importante. Isso porque os raios ultravioletas absorvidos pela pele sintetizam vitamina D, cuja função é absorver o cálcio e fixá-lo nos ossos.

“A osteoporose é uma doença silenciosa e por isso normalmente é negligenciada pelas pessoas. Precisamos andar mais rápido do que a doença. Nesse sentido, a ingestão de alimentos com cálcio e vitamina D desde a infância é fundamental”, comenta o Dr. Ailton Moraes, médico especializado em coluna e diretor médico da Clínica Vertebrata, de Porto Alegre.

O diagnóstico precoce da osteoporose pode ser feito através da Densitometria Óssea, um exame que mede a densidade mineral dos ossos a fim de compará-la aos padrões da idade e sexo do paciente.  O exame é indolor, razoavelmente rápido e pode ajudar o médico a diagnosticar ou prevenir a osteoporose.


Leia também


Deixe um comentário

Seja o Primeiro a Comentar!

Notify of
avatar
wpDiscuz