Uso intenso de smartphones causa lesões nos dedos, mãos e braços

12 de abril de 2016 | sem comentário | Categoria(s): dor no corpo

A tecnologia traz inúmeros benefícios para as pessoas, mas o uso excessivo de equipamentos móveis de comunicação pode gerar diversos transtornos à saúde, como a artrite e tendinite nas extremidades, entre outros.

Com a popularização dos aparelhos celulares, enviar mensagens e navegar nas redes sociais e outros aplicativos, ficou mais rápido e fácil, mas também trouxe prejuízos para a saúde. De acordo com o Instituto de Ortopedia de Traumatologia do Hospital das Clínicas da USP, o uso cada vez mais freqüente desses aparelhos pode causar sérios problemas nas mãos, dedos e braços.

À medida que a tecnologia evolui e surgem novos aparelhos, muitas pessoas se envolvem cada vez mais, não conseguem largar o celular e passam horas e horas digitando e enviando mensagens. Com isso, os movimentos excessivos e repetitivos dos músculos e tendões, podem causar lesões sérias nos polegares, punhos e mãos. O simples uso desse tipo de aparelho exige uma movimentação maior do dedo polegar, podendo gerar lesões conhecidas como “textingtendinitis”. Começa com uma pequena dormência no polegar, aumenta para uma dor na base do dedo e, no dia seguinte, perto da noite, a dor regressa

A mão é formada por ossos, tendões, músculos e ligamentos e, se um deles falha, acaba repercutindo de alguma forma e causando dor. A digitação em telas sensíveis ao toque é um movimento feito pelos polegares que a musculatura não está acostumada. Além dos polegares, mãos e punhos, também são afetados.

A primeira complicação que o excesso de digitação pode causar é a mialgia (dor nos músculos das mãos). Depois, ela pode evoluir para a artrite (inflamação da articulação do polegar) e, por último, pode se tornar uma tendinite com a inflamação dos tendões do polegar.

Dores nas mãos e braços não atinge só os mais velhos, mas também as crianças

Entre 10 e 15% dos reumatismos extra-articulares ocorrem devido ao uso de teclados, telefones, celulares e tablets. O problema maior é que esses efeitos são cada vez mais comuns também na infância causando muitos males. Quanto mais cedo ocorre o uso desses aparelhos, maior o risco de lesão, já que o esqueleto de crianças e adolescentes ainda está em desenvolvimento.

epqil7oq59bud8fi2thrhdpn4

Como se inflamações nas extremidades não bastasse, a presença prematura da tecnologia promove uma vida sedentária, maus hábitos alimentares e diminuição do rendimento escolar. Com isso, outras doenças como a obesidade, colesterol alto e hipotireoidismo acabam afetando os mais jovens.

Prevenção e tratamento das dores nas mãos

Segurar o celular com apenas uma das mãos e digitar com o indicador, evitando o uso só do polegar, ou até mesmo apoiar o celular são formas de prevenir o surgimento de problemas. Outra dica é acionar o chamado T9, sistema de texto previsível dos celulares, para economizar esforço na digitação.

Veja mais dicas para evitar o estresse das articulações:

– Coloque as mãos em água morna e mexa os dedos durante cinco minutos, duas vezes ao dia
– Abra e feche as mãos por inteiro e também as falanges das extremidades
– Alongue dedos, punhos e cotovelos e massageie as mãos
– Para relaxar a musculatura, chacoalhe as mãos com os dedos soltos durante um minuto a cada três horas

Considerando que o uso de aparelhos móveis estará presente na vida das novas gerações dos 10 aos 80 anos (em média), é importante tomar precauções para diminuir os prejuízos.


Leia também


Deixe um comentário

Seja o Primeiro a Comentar!

Notify of
avatar
wpDiscuz