Ressonância Magnética da Coluna

Entenda como a ressonância magnética ajuda a investigar com maior clareza os problemas na coluna.

O exame de ressonância magnética é indicado quando há necessidade de reproduzir imagens de grande resolução e clareza com objetivo de investigar a origem de problemas em qualquer parte do interior do corpo humano.

A ressonância magnética é um exame mais apurado que o raio-X e ultrassom e pode mostrar problemas que não são identificados com outros exames de imagem.

Por obter imagens mais detalhadas, a ressonância magnética é ideal para investigar lesões na coluna.

A ressonância magnética é uma grande aliada para investigar problemas na coluna vertebral, lombar, dorsal e cervical, permitindo ao médico, enxergar com mais clareza toda a composição de músculos e ossos.

O exame cria um campo magnético que envia ondas de rádio ao corpo e mede a liberação de energia das células, fornecendo imagens em três planos do corpo visto por dentro.

O exame de ressonância magnética da coluna revela estruturas dos chamados “tecidos moles” como, por exemplo: discos intervertebrais rompidos, medula espinhal, estreitamento do canal espinhal, raízes de nervos, músculo e ossos.

Enquanto a Tomografia Computadorizada usa radiação, a Ressonância Magnética usa campos eletromagnéticos e computadores para reproduzir as imagens.

ressonancia magnetica da coluna