Cirurgia Minimamente Invasiva da Coluna

A cirurgia minimamente invasiva da coluna inclui técnicas e procedimentos para tratar doenças da coluna de uma forma menos agressiva para o corpo.

cirurgia minimamente invasiva da colunaO avanço tecnológico da medicina propiciou o desenvolvimento de técnicas minimamente invasivas que buscam tratar o problema com alto grau de eficácia, causando menos dor, menos destruição dos tecidos e músculos e menor sangramento, já que a incisão é muito menor que na cirurgia tradicional. Da mesma forma, a recuperação é mais rápida e o risco de complicações cirúrgicas e pós-operatórias é menor.

Uma cirurgia minimamente invasiva caracteriza-se não só por apresentar cortes menores, mas principalmente, por ter muito riscos de complicações pós-operatórias.

Outra grande vantagem para o paciente é que com o procedimento minimamente invasivo, o tempo de hospitalização é muito menor proporcionando retorno mais rápido á vida normal.

Principais benefícios da cirurgia minimamente invasiva da coluna:

  • cicatriz cirúrgica reduzida
  • menos dor pós-operatória
  • perda de sangue reduzida
  • recuperação mais rápida
  • menor taxa de complicações
  • retorno mais rápido às atividades habituais
  • maior conforto do paciente

Doenças da coluna que podem ser tratadas com cirurgia minimamente invasiva

Os principais males tratados com procedimentos minimamente invasivos são as doenças degenerativas da coluna, entre elas a hérnia de disco, espondilolistese, artrose ou degeneração facetária, além de fraturas, tumores e deformidades.

Anestesia, tempo de internação e alta

A cirurgia endoscópica, por causar menor invasão do corpo humano, normalmente é feita em regime ambulatorial no qual o paciente é sedado e submetido à anestesia local. A cirurgia demora entre 40 minutos e 1 hora e a alta ocorre em até 3 horas após o procedimento.

Recuperação da cirurgia minimamente invasiva

O tempo de recuperação depende muito de cada paciente, do tipo de doença e do procedimento como um todo. Em casos normais, após uma a duas semanas de repouso domiciliar, o paciente já pode ser liberado par retornar as suas atividades normais (de menor esforço). Atividades que exijam mais esforço vão sendo liberadas aos poucos.

A cirurgia minimamente invasiva da coluna é, hoje, o que existe de mais avançado em tratamento cirúrgico no mundo, com resultados comprovadamente superiores às cirurgias tradicionais.

A tecnologia proporcionada pelo uso do computador, ferramentas e instrumentos especializados no procedimento cirúrgico, garantem um tratamento muito mais seguro e eficaz contra a dor e doenças na coluna.