É possível ter uma hérnia de disco após uma queda?

5 de janeiro de 2020 | sem comentário | Categoria(s): Artigos, Hérnia de disco

Se você está preocupado com a possibilidade de estar sofrendo de uma hérnia de disco após uma queda, este conteúdo é especial para você. 

A hérnia de disco é uma alteração do disco invertebral, fazendo com que ele saia do seu lugar original. Isso causa uma pressão nos nervos localizados na coluna vertebral, o que resulta em dor. 

O núcleo do disco invertebral pode estar deslocado de maneiras diferentes, o que causa diversos níveis de sintomas. Eles vãos desde dor aguda a crônica, cólicas, formigamento e até perda de mobilidade.

Clinicamente, a hérnia de disco é considerada uma condição multifatorial. Suas causas são genéticas, degenerativas, bioquímicas, traumáticas, entre outras. Por esse motivo, considera-se que, quando um problema de hérnia de disco se manifesta após um acidente (quedas, pancadas, etc.), tal acontecimento pode ter sido o fator que desencadeou o problema, mas não o único. 

Geralmente, o dano no disco já existia antes, portanto já se fazia presente no momento do trauma. Em resumo, você pode ter uma hérnia de disco após uma queda, mesmo que esse acidente não tenha sido a única causa. Por esse motivo, é necessário manter um acompanhamento médico, principalmente após 50 anos, período em que os discos invertebrais começam a perder sua elasticidade e resistência.

Nunca deixe de consultar um médico caso você sinta dores ou desconforto nas costas ou quadris após algum acidente. É uma maneira de impedir que a dor aumente e também que o problema se torne algo mais sério.

Prevenindo problemas de hérnia de disco

A coluna vertebral é formada por uma série de ossos interligados chamados vértebras, que são separados um do outro pelo disco intervertebral. A hérnia de disco é uma patologia na qual parte do disco intervertebral, geralmente o material gelatinoso central, se desloca. Como falamos antes, esse deslocamento pode comprimir a raiz nervosa, causando sintomas mais ou menos graves de acordo com a extensão da lesão.

Com o tempo, os discos da coluna vertebral podem perder flexibilidade e elasticidade. O disco fibroso se torna fraco e pode sofrer danos mais facilmente. Por esta razão, as pessoas idosas têm maior probabilidade de desenvolverem essa condição. 

De acordo com dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), a Hérnia de Disco representa 90% dos problemas ligados à coluna. Não há como garantir que uma Hérnia de Disco de disco irá se manifestar. 

Porém, existem várias coisas que você pode fazer para preveni-la. Essa prevenção é possível, desde que você leve um estilo de vida saudável, adote e cuidados específicos tanto no trabalho como na sua casa.

  • Evite esforços excessivos: em sua vida diária, no trabalho, enquanto pratica esportes ou brinca com seus filhos, tome cuidado para não fazer esforços excessivos levantando objetos ou fazendo algum tipo de força exagerada.
  • Controle o seu peso: o excesso de peso acrescenta esforços à região lombar e enfraquece os músculos. É importante equilibrar o peso com alimentos e exercícios.
  • Faça atividades físicas: encontre uma rotina de exercícios e alongamentos que fortaleçam os músculos do abdome e das costas. Esses exercícios são ideais para manter uma postura adequada e evitar hérnia de disco.
  • Diga não ao tabagismo: Evite cigarros, eles são compostos por uma grande quantidade de produtos químicos que diminuem a capacidade do corpo de absorver nutrientes. Na ausência de nutrientes, os discos se tornam frágeis e mais propensos a hérnias.
  • Mantenha uma alimentação saudável: a dieta desempenha um papel muito importante na absorção de nutrientes que fortalecem os discos e previnem hérnias. Devemos incluir alimentos ricos em fibras, vitaminas e minerais, como cereais, frutas, vegetais e alimentos antioxidantes que ajudam a regenerar bem os tecidos do corpo. Também devemos ter o hábito de manter o corpo hidratado bebendo bastante água.
  • Mantenha uma boa postura: higiene da coluna: ao sentar, as costas devem estar totalmente apoiadas nas costas e os joelhos devem ser mantidos em uma elevação mais alta que os quadris. Também deve ser levado em consideração que, ao se inclinar, isso deve ser feito com os joelhos dobrados e as costas retas.
  • Evite o sedentarismo: se seu trabalho é permanecer uma grande parte do dia sentado, você deve agendar intervalos para caminhar e se movimentar regularmente durante o dia. Pratique atividade física de intensidade leve a moderada regularmente. Tente no mínimo exercitar-se 150 minutos por semana.

Essas dicas ajudarão a prevenir o problema e também servirão para melhorar sua qualidade de vida, auxiliando a manter seu corpo saudável.

 

Agência de Marketing Digital


Leia também


Deixe um comentário

avatar
  Subscribe  
Notify of