Coluna travada: o que fazer para aliviar a dor e voltar à rotina

7 de maio de 2019 | sem comentário | Categoria(s): doenças da coluna, dor na coluna, dores nas costas, tratamento para coluna

Quando a dor nas costas é tanta a ponto de deixar a coluna travada, a situação requer cuidados especiais

A dor nas costas, uma das queixas mais comuns da população, são consideradas o grande mal do século. O problema, que atinge tanto os mais jovens quanto pessoas de idade mais avançada, é provocado por vários fatores, entre eles obesidade, postura errada e envelhecimento. Em muitas situações, essas dores causam mudanças no estilo de vida do paciente, como redução de movimentos e atividades, comprometendo sua qualidade de vida. Mas uma das piores situações é quando essa dor se agrava levando a um quadro mais sério: o travamento da coluna.

Nos seres humanos, a coluna vertebral é composta por 33 vértebras, que nada mais são do que os ossos que formam a coluna. Entre cada uma dessas vértebras existe um disco que exerce a função de amortecedor e que provê a capacidade de movimento da coluna, que apesar dos ossos, é flexível e se move em todas as direções. Além disso, há toda uma musculatura próxima da coluna, responsável por dar sustentação à estrutura. Por diversas razões, muitas pessoas sofrem de dores nessa parte do corpo e quando essa dor atinge o nível considerado agudo, pode acontecer o travamento da coluna, o que se inicia principalmente na região lombar (próxima aos glúteos), pois é essa a parte da estrutura responsável por suportar a maior carga. Essa dor pode irradiar para os membros superiores ou inferiores, causando imobilização de partes do corpo. Essa imobilização popularmente conhecida como coluna travada nada mais é do que um mecanismo de defesa do organismo, que atua com a função de proteger a área atingida por um possível problema deixando-a imóvel. O travamento da coluna pode ainda servir de alerta para alterações de saúde mais graves como uma lesão ou fratura, por exemplo.coluna travada

Causas de travamento da coluna

Assim como em casos de dor leve a moderada, as causas que resultam em uma coluna travada são as mais diversas. Geralmente o problema acontece quando há problemas posturais, como permanecer muito tempo em uma posição sem relaxar a musculatura, ou após grande esforço físico ou ainda após o levantamento de peso excessivo. Fatores como obesidade, tabagismo, alterações musculares (tensão ou distensão), hérnia de disco, idade e a falta de exercícios físicos também podem levar à condição.

Com o passar do tempo, sofrer um desgaste dos ossos, discos, ligamentos, cartilagens e articulações é algo natural. Já a partir dos 30 anos as pessoas passam a ficar mais propensas a algum tipo de dor na coluna, o que pode ir aumentando ao longo dos anos se não tratado. Em idosos, especialmente, o cuidado com a coluna travada deve ser redobrado, pois pode ocasionar lesões secundárias como fraturas de osteoporose ou até hérnia de disco.

Tratamento para coluna travada

Quando acontece da coluna ficar travada, a primeira coisa a se fazer é buscar auxílio médico, pois há diversas formas de se tratar o problema, mas somente um especialista em coluna saberá direcionar qual é o melhor tratamento para cada caso. Geralmente, para o tratamento da coluna travada é indicado o uso de medicamentos analgésicos, sendo que em casos de dor grave pode ser prescrito analgésicos opióides de ação mais forte, repouso, aplicação de compressas quentes com bolsa térmica no local da dor, uso de anti-inflamatórios e ainda fisioterapia.

Nos casos em que a dor é mais fraca, algumas medidas caseiras podem ajudar no alívio dos sintomas, como aplicação de compressas de gelo para evitar a inflamação, compressas com água quente para aumentar o fluxo sanguíneo na região dolorida, aplicação de massagem para relaxar a musculatura e ainda a prática de alongamentos, que ajudam a evitar a rigidez dos músculos. Atividades físicas como yoga, pilates, natação ou hidroginástica também podem contribuir no tratamento e na prevenção da coluna travada. A importância dos músculos

Outra forma muito eficaz não só para tratar situações de coluna travada, mas principalmente para evitar que novas crises de dor aguda e travamento aconteçam é por meio do fortalecimento dos músculos paravertebrais, especialmente os abdominais e glúteos, que estabelecem a rigidez necessária para a sustentação da coluna vertebral. Há diversos exercícios que contribuem para o fortalecimento dessa região, mas devem ser realizados sob orientação profissional. Estudos também comprovam que a prática de caminhada, três vezes por semana, durante 30 minutos, ajuda a evitar novas crises de coluna travada.

Geralmente, a dor lombar aguda ou o travamento da coluna podem ser tratados com medidas simples, sem a necessidade de cirurgia na coluna. Por isso, ao apresentar qualquer sintoma, não deixe de buscar auxílio médico rapidamente, para evitar outras complicações.

Médico neurocirurgião especialista em tratamentos da coluna vertebral, é membro titular da Sociedade Brasileira de Neurocirurgia, Academia Brasileira de Neurocirurgia e Sociedade Brasileira de Coluna, bem como da North American Spine Society e Spinal Artroplasty Society.


Leia também


Deixe um comentário

avatar
  Subscribe  
Notify of