Qual a relação da dor nas costas com a obesidade?

20 de maio de 2014 | sem comentário | Categoria(s): coluna cervical, coluna lombar, coluna vertebral, dor na coluna, dores nas costas

Pode parecer que uma coisa não tem a ver com a outra, mas a obesidade contribui (e muito) para a dor nas costas. Saiba por que.

A maioria das pessoas sabe que o sobrepeso pode causar doenças cardíacas, diabetes, hipertensão e câncer de cólon. Elas esquecem, porém, que a obesidade contribui significativamente para os sintomas associados à osteoporose, osteoartrite, artrite reumatoide, doença degenerativa de disco (DDD), estenose espinhal e espondilolistese –doenças que causam dor nas costas.dor nas costas e obesidade

Isso ocorre porque a coluna está estruturada para suportar o peso do corpo e distribuir as cargas durante o repouso e a atividade. Quando um excesso de peso precisa ser suportado, a coluna é forçada a assimilar a carga, o que pode levar ao comprometimento estrutural.

Uma região da coluna que é mais vulnerável aos efeitos da obesidade é a parte inferior, a coluna lombar. A falta de exercícios e preparo físico gera pouca flexibilidade e fraqueza muscular nas costas, na pélvis e nas coxas. Isso pode aumentar a curvatura da parte inferior da coluna, levando a pélvis a se inclinar muito para frente. Esses fatores também prejudicam a postura, o que acaba refletindo em outras partes da coluna (como o pescoço, ou a coluna cervical).

É comum a pessoa negligenciar a causa dessas degenerações ou sintomas, atribuindo-as ao processo natural de envelhecimento. Embora isso seja verdade, se você está acima do peso é importante não desconsiderar que essa seja a causa de sua dor nas costas.

E cada vez mais pessoas se enquadram nessas condições.De acordo com a Associação Americana de Obesidade (AOA), 64,5% dos americanos adultos (cerca de 127 milhões) são classificados como acima do peso ou obesos. A triste verdade é que a obesidade está se tornando uma epidemia global que afeta adultos e crianças, e a dor nas costas é só mais uma das consequências disso.

Médico neurocirurgião especialista em tratamentos da coluna vertebral, é membro titular da Sociedade Brasileira de Neurocirurgia, Academia Brasileira de Neurocirurgia e Sociedade Brasileira de Coluna, bem como da North American Spine Society e Spinal Artroplasty Society.


Leia também

  • 3 cuidados com a coluna na quarentena3 cuidados com a coluna na quarentena A pandemia do novo coronavírus (Covid-19) abalou o mundo em diversos aspectos e impôs mudanças drásticas nas nossas rotinas diárias. A principal delas é o isolamento social, que fez com […]
  • Cuidados durante a musculação para prevenir as lesões nas costasCuidados durante a musculação para prevenir as lesões nas costas Praticar exercícios físicos é importante para manter a forma e ajudar a corrigir a postura, podendo inclusive ser indicado para quem sofre com dor nas costas. Mas é preciso atenção: sem […]
  • O que é Cifoplastia e Vertebroplastia?O que é Cifoplastia e Vertebroplastia? A cifoplastia e a vertebroplastia são procedimentos minimamente invasivos realizados para tentar aliviar a dor das fraturas por compressão da coluna, estabilizando o osso fraturado com uma […]
  • 6 dicas para aliviar dores nas costas durante a gravidez6 dicas para aliviar dores nas costas durante a gravidez A gravidez é um momento mágico para muitas mulheres, porém, a medida que a barriga vai crescendo, os movimentos vão ficando mais difíceis e logo surgem as dores nas costas. Com certeza […]
  • 4 doenças reumáticas que podem afetar a coluna4 doenças reumáticas que podem afetar a coluna Muitas pessoas se referem ao reumatismo como sendo uma doença quando, na verdade, ele constitui um grupo de centenas de enfermidades que afetam, principalmente, as articulações do […]
  • Cuidados para evitar lesões e dores nas costasCuidados para evitar lesões e dores nas costas Má postura é um dos principais fatores para dores nas costas. Dores na coluna, má postura, sedentarismo, idade ou até mesmo genética. Várias são as causas para os problemas da coluna. E […]

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *