A cirurgia endoscópica da coluna pode transformar a sua vida

30 de setembro de 2021 | sem comentário | Categoria(s): cirurgia da coluna

Cirurgia por Endoscopia de coluna

Na cirurgia endoscópica da coluna acessamos o disco intervertebral com o endoscópio através dos orifícios naturais da coluna para remover a hérnia.

Realizamos uma incisão mínima, de aproximadamente um centímetro de comprimento, da qual nenhuma estrutura é danificada. Uma vez dentro do disco, podemos observá-lo através de uma tela. A relação do disco com o nervo é analisada e a hérnia é removida, deixando a raiz nervosa livre.

É uma técnica revolucionária, a cirurgia é menos invasiva e dolorosa para o paciente.

 

Que vantagens ele oferece?

A principal vantagem  da cirurgia endoscópica da coluna é que ela é uma cirurgia minimamente invasiva, portanto ela é menos agressiva. A cirurgia e a hospitalização são de curta duração. Consequentemente gera uma recuperação mais rápida, pois há menos dor e sangramento. Também implica menos complicações.

Por outro lado, a longo prazo, possui muitas vantagens, pois a coluna permanece estável porque o osso não é removido. Logo, próteses não são colocadas. Com esta técnica, o paciente pode realizar sua vida normal e se exercitar rapidamente.

Além disso, a discectomia percutânea é uma cirurgia adequada para pessoas com outras complicações, como obesidade ou velhice.

 

Como é o pós-operatório?

A discectomia endoscópica leva aproximadamente uma hora. Posteriormente, o paciente vai para a enfermaria do hospital. O tempo de permanência no hospital dependerá da dor, em 98% dos casos no máximo ficam 24 horas.

Os resultados a longo prazo são semelhantes aos da cirurgia convencional. No entanto, a diferença está na resposta a curto prazo. Em uma semana ou 10 dias, os pacientes podem retomar sua atividade profissional normalmente.

Além disso, o pós-operatório, principalmente, não apresenta dor. Essa é a principal vantagem das técnicas minimamente invasivas, onde a manipulação interna é muito menor.

 

Médico neurocirurgião especialista em tratamentos da coluna vertebral, é membro titular da Sociedade Brasileira de Neurocirurgia, Academia Brasileira de Neurocirurgia e Sociedade Brasileira de Coluna, bem como da North American Spine Society e Spinal Artroplasty Society.


Leia também