O que é Escoliose Idiopática?​

23 de julho de 2015 | 2 comentários | Categoria(s): coluna vertebral, Escoliose

A escoliose idiopática é uma deformidade lateral com pelo menos 10 graus de curvatura. Ela apresenta um formato de “S” ou “C” na coluna de crianças e adolescentes.

Diferentes tipos de escoliose atingem diferentes idades. A escoliose infantil afeta pacientes de zero a quatro anos, a juvenil afeta pacientes de cinco a nove anos e a escoliose adolescente afeta pacientes de dez a dezesseis anos.

Causas e sintomas da Escoliose Idiopática

Apesar da causa da deformidade ser desconhecida, alguns fatores como genética, melatonina e anomalias em fibras musculares podem influenciar no surgimento da doença.

Segundo a Sociedade de Pesquisa em Escoliose, 30% dos pacientes tem histórico de algum caso na família. Meninas costumam apresentar pelo menos o dobro de diagnósticos a mais do que o público masculino.

Um dos sintomas da escoliose é a insuficiência respiratória e cardíaca, que comprime o pulmão e o coração por conta da diminuição do tórax.

Tratamento da Escoliose Idiopática

Os coletes são as formas mais utilizadas de tratamento para evitar a progressão da curva. Porém, o tratamento depende do momento em que o paciente chega ao consultório.

Em casos de pacientes com curvatura de 10 a 25 graus, o acompanhamento clínico evita o índice de progressão da doença. Índices maiores, que podem até ultrapassar 100 graus, são encaminhados para procedimentos mais sensíveis, como cirurgias.

escoliose idiopática

Fique atento! A atenção ao desenvolvimento da criança e do adolescente é essencial, principalmente durante o período escolar. O acompanhamento da família, de professores e pessoas próximas é fundamental para um diagnóstico precoce, evitando futuras deformidades graves e com tratamentos mais complicados.

Médico neurocirurgião especialista em tratamentos da coluna vertebral, é membro titular da Sociedade Brasileira de Neurocirurgia, Academia Brasileira de Neurocirurgia e Sociedade Brasileira de Coluna, bem como da North American Spine Society e Spinal Artroplasty Society.


Leia também

  • Escoliose infantil: Causas, sintomas e tratamentoEscoliose infantil: Causas, sintomas e tratamento Conhecer as causas e sintomas da escoliose infantil é importante para definir o tratamento e evitar dores na coluna na idade adulta. Doença pode surgir ainda na infância, desviando a […]
  • Quais são as principais doenças na coluna?Quais são as principais doenças na coluna? A clínica ortopédica Vertebrata, vem há anos tratando seus pacientes para as mais diversas doenças existentes. Nós resolvemos listar algumas das principais doenças relacionadas a coluna […]
  • Sentar com segurança ajuda a manter a coluna saudávelSentar com segurança ajuda a manter a coluna saudável Estudos indicam que a maioria dos problemas na coluna está associada com uma postura inadequada enquanto ficamos sentados e com um design desfavorável das cadeiras. As pessoas passam a […]
  • SpineWeek 2012SpineWeek 2012 Olá leitores do Blog Vertebrata , essa semana o  Dr Ailton Moraes estará presente no SPINEWEEK 2012, na cidade de Amsterda,  o evento conta com o apoio da Sociedade Brasileira de […]
  • Causas e consequências da escoliose na colunaCausas e consequências da escoliose na coluna A escoliose é um desvio que pode acontecer na coluna lombar ou cervical. Conheça as causas da escoliose. A coluna vertebral vista por trás deve ser alinhada. Em pessoas com escoliose na […]
  • Alongamento para coluna é um bom tratamento para dores nas costasAlongamento para coluna é um bom tratamento para dores nas costas  Alongamento para coluna diminui as dores nas costas.   Olá amigos , e nessa sexta-feira gelada a dica do dia é Alongue-se !! \o/ Durante uma crise de dor nas costas, a última […]

2 Comentários

    Altamir Ribeiro da Silva says:

    eu tenho dores intensas na coluna, dores que trava a minha locomoção, se eu fico sem remédio por mais de 24 hs. eu não consigo sair do lugar, fiz ressonância foi diagnosticado: escoliose acompanhado de lordose, bico de papagaio, existe algo que eu possa fazer para alcançar melhoras, sem tomar tantos antiflamatórios e analgésicos?
    tenho 48 anos 1:80 e peso 83 kg, já estou hipertenso, devido aos medicamentos e também as dores.

    ivone schneider tomkiel says:

    adorei as informações porque tenho Escoliose e tambem problema de coluna. abraços a esta equipe maravilhosa que nos deixa sempre inormados.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *