Saiba o que é e como prevenir o bico de papagaio na coluna

26 de janeiro de 2017 | sem comentário | Categoria(s): bico de papagaio, coluna cervical, coluna lombar, coluna vertebral, dor na coluna

Os osteófitos são expansões em forma de gancho que surgem ao redor do disco da coluna vertebral e que caracterizam o bico de papagaio.

A osteofitose é uma doença degenerativa que acomete a coluna vertebral e constitui-se de pequenas expansões ósseas que surgem devido ao desgaste dos discos intervertebrais, responsáveis por absorver o impacto e impedir que as vértebras se toquem. Além de fortes dores nas costas, o popularmente conhecido bico de papagaio causa formigamento e perda de força nos membros.

A doença surge porque, com o desgaste desses discos intermediários, as vértebras se aproximam e adquirem formatos de gancho em uma estrutura semelhante ao bico de papagaio, cujo nome científico é osteófito. Essa deformação óssea é a maneira que o organismo encontra para estabilizar a coluna e amenizar a sobrecarga nas articulações em decorrência da redução dos discos intervertebrais.

Segundo o doutor Ailton Moraes, médico responsável pela Clínica Vertebrata, os osteófitos, embora sejam uma solução para o desgaste da estrutura, provocam dor na região afetada, pois exercem pressão sobre nervos e músculos. “Os sintomas podem ser aliviados com tratamento e, em casos mais graves, com cirurgia, mas é importante a ressalva de que os desgaste dos discos é irreversível”.

“Com o crescimento anormal de tecido ósseo em torno das vértebras, os nervos e os músculos perdem espaço e acabam ficando comprimidos. A dor pode ser aliviada com tratamento e, em casos mais graves, com cirurgia, mas é importante ressalvar que o desgaste dos discos é irreversível”.


O bico de papagaio se desenvolve na coluna vertebral

O principal catalizador do bico de papagaio na coluna é a contínua postura incorreta ao longo dos anos. Desconhecer os princípios da ergonomia, fazer movimentos que forçam a curvatura da coluna, carregar objetos pesados ou forçar a coluna em ângulos incorretos podem, pouco a pouco, comprimir e desgastar os discos intervertebrais, fazendo com que a doença surja repentinamente.

Envelhecimento, desidratação dos discos intervertebrais, disposição genética e obesidade, também associados a outros problemas de coluna como artrose, hérnia ou artrite reumatoide, são outros fatores que causam o desenvolvimento da osteofitose.

Principais sintomas do bico de papagaio

A osteofitose é uma doença que só pode ser diagnosticada com precisão por um médico especialista. Por isso é importante consultar um se sentir algum desses sintomas:

• Fortes dores na região lombar ou cervical, sobretudo ao se movimentar
• Irradiação da dor para braços ou paras as pernas
• Formigamento e perda de sensibilidade nos braços ou nas pernas
• Redução da força muscular

O diagnóstico é feito a partir dos dados fornecidos pelo paciente, principalmente sobre histórico de vida, hábitos, postura em casa e no trabalho e prática de exercícios.
Para determinar a gravidade do problema também é comum a realização de exames como raio X, tomografia e ressonância magnética

Como é o tratamento para o bico de papagaio

Infelizmente a osteofitose é irreversível. Mas com um tratamento adequado, é possível aliviar a dor e levar uma vida sem maiores complicações. O mais importante é corrigir a postura, se preciso com auxílio de fisioterapia, e praticar com regularidade uma atividade física de baixo impacto, como natação, ciclismo, hidroginástica ou pilates. Além disso, seu médico pode recomendar o uso de analgésico e anti-inflamatórios para combater o desconforto excessivo. As intervenções cirúrgicas são realizadas em casos mais graves, que envolve uso de implantes e enxertos ósseos

Médico neurocirurgião especialista em tratamentos da coluna vertebral, é membro titular da Sociedade Brasileira de Neurocirurgia, Academia Brasileira de Neurocirurgia e Sociedade Brasileira de Coluna, bem como da North American Spine Society e Spinal Artroplasty Society.


Leia também

  • Bico de papagaio afeta entre 70 e 80% da população com mais de 65 anosBico de papagaio afeta entre 70 e 80% da população com mais de 65 anos Bico de papagaio afeta coluna e demais articulações do corpo. Apesar de não ter cura, a doença é controlável e prevenível. Com o passar dos anos, as articulações do corpo sofrem um […]
  • Dores no corpo muitas vezes são sinônimos de má posturaDores no corpo muitas vezes são sinônimos de má postura A má postura é um dos principais motivos das dores na coluna e normalmente é desencadeada pelo excesso de peso, permanência na mesma posição por muito tempo e sedentarismo. Um dos […]
  • SpineWeek 2012SpineWeek 2012 Olá leitores do Blog Vertebrata , essa semana o  Dr Ailton Moraes estará presente no SPINEWEEK 2012, na cidade de Amsterda,  o evento conta com o apoio da Sociedade Brasileira de […]
  • 4 doenças reumáticas que podem afetar a coluna4 doenças reumáticas que podem afetar a coluna Muitas pessoas se referem ao reumatismo como sendo uma doença quando, na verdade, ele constitui um grupo de centenas de enfermidades que afetam, principalmente, as articulações do […]
  • Por que alongar-se?Por que alongar-se? O alongamento é útil em qualquer idade. Por exemplo, a rigidez dos tendões da parte de trás da coxa pode dificultar movimentos básicos, como andar ou correr. Muitas vezes, eles estão […]
  • Obesidade e problemas de colunaObesidade e problemas de coluna Dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), mostram que 50,1% dos homens com mais de 20 anos no Brasil estão acima do peso. Entre o público feminino, o índice é de […]

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *