Compreendendo as causas de dores no cóccix

15 de julho de 2020 | sem comentário | Categoria(s): coluna cervical, coluna vertebral, médico da coluna, tratamento para coluna, tratamentos, vertebrata

Uma queda, longos períodos sentado em uma superfície dura ou mesmo um parto difícil. Situações completamente diferentes, mas que podem ocasionar um problema em comum.: dores na área do cóccix.

Também conhecida como coccidínia, a dor no cóccix não é uma condição secundária, uma vez que uma lesão nessa parte muito sensível do corpo pode afetar a qualidade de vida daqueles que sofrem com ela.

Hoje explicaremos como é o osso cóccix e detalhar as alguns dos motivos que causam dor nessa área, bem como agir quando o problema aparece.

O cóccix

O cóccix é a extremidade inferior da coluna vertebral. Embora seja formado pela união das últimas vértebras, é um osso sólido e a medula espinhal não circula dentro dele. Apresenta um formato triangular e articula-se com o osso sacro, que compõe a parte posterior da pelve, ao qual é unido pelos ligamentos sacrococcígeos. Esses ligamentos são altamente inervados, por isso seu desgaste ou tensão, geralmente causados ​​por trauma direto, são bastante dolorosos.

Suas principais funções são:

  • Fornecer ligação a vários músculos e ligamentos da região pélvica
  • Apoiar o assoalho pélvico
  • Fornecer controle voluntário do intestino
  • Facilitar o parto natural em mulheres, movendo-se para trás

Dores no cóccix

A dor na área do cóccix, como falamos antes, também chamada de coccidínia, aumenta de intensidade ao sentar-se, principalmente se a superfície for dura, pois isso torna os ligamentos afetados mais distendidos.

Em algumas ocasiões, a dor também aparece na região lombar, devido a um mecanismo reflexo ou sobrecarga da musculatura pelas posturas adotadas para tentar reduzir a dor do cóccix.

As causas de dor no cóccix

As causas dessa dor nem sempre são muito claras. Às vezes, ocorre após a área ter sido submetida a pressão ou traumatismo leve repetido, como sentar-se por um longo período em uma cadeira dura, por exemplo. No entanto, o problema pode aparecer sem causa aparente.

As razões mais comuns de coccidínia são os traumas diretos, como cair sentado, que são muito dolorosos e podem causar fraturas. A condição pode ocorrer também devido a cistos sacrais, que se desenvolvem perto do cóccix e produzem pequenas fístulas.

Da mesma forma, durante partos difíceis ou com bebês muito grandes, o cóccix pode sofrer luxação ou entorse. Raramente, a dor é causada por um tumor ou infecção no próprio cóccix ou nas áreas vizinhas.

Outro motivo, embora menos conhecido, é a obesidade: ao levantar e sentar, o excesso de peso pode transmitir movimentos anormais ao cóccix e sobrecargas persistentes que irritam a região dos glúteos. Da mesma forma, pessoas com diabetes ou fumantes correm mais riscos de sofrer destas dores.

Normalmente, um cóccix normal é inclinado em uma posição ligeiramente para a frente. Se essa posição mudar devido a variações anatômicas, o cóccix pode colidir com os tecidos moles, se colocado mais para trás, ou ainda obstruir movimentos intestinais ou parto, se colocado mais à frente.

Os segmentos do cóccix também podem se tornar instáveis, resultando em instabilidade dinâmica coccígea. Essa condição causa movimento excessivo de um ou mais segmentos, especialmente enquanto se está sentado.

Outro fator que pode gerar o problema é a artrite degenerativa (osteoartrite), caso se manifeste nas articulações do cóccix devido ao desgaste, resultando em dor. Até mesmo hiperatividade dos músculos do assoalho pélvico pode contribuir ou aumentar a dor no cóccix.

Sintomas de uma lesão no cóccix

Os sintomas de uma lesão no cóccix incluem dor enquanto está sentado. Quando nos sentamos, grande parte do nosso peso corporal repousa sobre a área do cóccix. Em casos de coccidínia, sentar pode ser desconfortável e causar dor localizada na região ao redor do cóccix. Seja sentar em superfícies duras ou mesmo macias.

Também se nos recostamos enquanto estamos sentados, a dor pode aumentar devido ao peso adicional no cóccix. Outra coisa é a transição de uma postura sentada para a de pé, que pode causar dor no cóccix, devido ao movimento excessivo dos ossos coccígeos enquanto estamos sentados e passamos de um rápido retorno à posição em pé.

Enquanto está sentado, a dor no cóccix pode ser aliviada ao se inclinar para a frente ou na nádega, o que diminui a quantidade de peso no cóccix.

Como agir quando sentimos dores no cóccix

A dor no cóccix geralmente cura por conta própria. E há algumas dicas que podem ser úteis para aliviar os sintomas em casa. Usar almofadas em formato de “u” para sentar-se, para suportar apenas as coxas e nádegas permitindo que a área afetada não seja sobrecarregada. Banhos de assento com água fria ou morna são indicados na área afetada. Até mesmo alguns medicamentos anti-inflamatórios podem auxiliar. Mas sempre converse com o especialista antes de tomar qualquer remédio.

Se a dor no cóccix não se reduzir com essas medidas, é hora de consultar um médico para um exame diagnóstico mais preciso e tratamento adequado. O especialista pode recomendar injeções de esteroides, manipulação coccígea ou fisioterapia do assoalho pélvico para controlar sua dor no cóccix, entre outros procedimentos.

Em casos raros e dependendo da causa, a remoção cirúrgica do cóccix (coccigectomia) também pode ser recomendada.

Médico neurocirurgião especialista em tratamentos da coluna vertebral, é membro titular da Sociedade Brasileira de Neurocirurgia, Academia Brasileira de Neurocirurgia e Sociedade Brasileira de Coluna, bem como da North American Spine Society e Spinal Artroplasty Society.


Leia também

  • Escolha o sapato correto para evitar dores na colunaEscolha o sapato correto para evitar dores na coluna Os pés são a nossa sustentação. Eles suportam todo o peso do nosso corpo e são responsáveis pelo nosso deslocamento no dia a dia. Uma pisada inadequada durante todo o dia, por exemplo, […]
  • 4 doenças reumáticas que podem afetar a coluna4 doenças reumáticas que podem afetar a coluna Muitas pessoas se referem ao reumatismo como sendo uma doença quando, na verdade, ele constitui um grupo de centenas de enfermidades que afetam, principalmente, as articulações do […]
  • Guia da coluna: entenda os principais termosGuia da coluna: entenda os principais termos A coluna vertebral é uma das partes mais importantes do nosso corpo. É o que nos equilibra, dá sustentação e aguenta todas as pressões do dia a dia: má postura, sobrecarga de peso, […]
  • Anatomia da coluna: Região lombarAnatomia da coluna: Região lombar Na série Anatomia da Coluna, chegamos ao nosso terceiro momento, em que falaremos da Região Lombar. Uma área que muita gente já ouviu falar, até porque a dor lombar, ou lombalgia, é queixa […]
  • Espondilite Anquilosante: um problema que pode ir além da coluna vertebralEspondilite Anquilosante: um problema que pode ir além da coluna vertebral Você sabia que hoje, 7 de maio, é o Dia Mundial da Espondilite Anquilosante? A data é um momento de conscientização a respeito dessa doença reumatológica que afeta a coluna vertebral e […]
  • 3 cuidados com a coluna na quarentena3 cuidados com a coluna na quarentena A pandemia do novo coronavírus (Covid-19) abalou o mundo em diversos aspectos e impôs mudanças drásticas nas nossas rotinas diárias. A principal delas é o isolamento social, que fez com […]