Guia da coluna: entenda os principais termos

6 de março de 2020 | sem comentário | Categoria(s): coluna cervical, dor na coluna, dor no corpo, tratamento dor nas costas, vertebrata

A coluna vertebral é uma das partes mais importantes do nosso corpo. É o que nos equilibra, dá sustentação e aguenta todas as pressões do dia a dia: má postura, sobrecarga de peso, esforços repetitivos, etc.

Sua importância é proporcional a sua fragilidade. Composta por diversas vértebras e articulações, a coluna precisa de atenção constante para evitar lesões graves, que podem, inclusive, causar incapacidade.

A informação é uma das principais aliadas da nossa saúde, por isso, elaboramos um guia com os principais termos ligados à coluna para tirar as suas dúvidas e deixar você menos perdido na hora da consulta. Afinal, nada substitui um atendimento com um médico especialista em coluna.

Confira abaixo o nosso guia da coluna!

Anatomia da coluna

Coluna vertebral: Também chamada de espinha dorsal, ela é composta por tecido conjuntivo e ossos. Ao total, são 24 vértebras (7 cervicais, 12 torácicas e 5 lombares). A coluna vertebral corresponde a dois quintos do nosso peso corporal total.

Vértebras cervicais: As vértebras cervicais ficam localizadas no começo da coluna, a partir do pescoço e são nomeadas de C1 até C7.

Vértebras torácicas: As vértebras torácicas ficam localizadas no meio da coluna, abaixo da cervical e são nomeadas de T1 até T12. Essa região também é chamada de dorsal.

Vértebras lombares: As vértebras lombares ficam localizadas abaixo das torácicas e são nomeadas de L1 até L5.

Sacro: O sacro fica abaixo da lombar, na região da pélvis e suas vértebras são nomeadas de S1 até S5.

Cóccix: Por fim, abaixo do sacro, fica o cóccix, composto por cerca de 4 vértebras.

Medula espinhal: A medula espinhal é responsável por conduzir os impulsos do cérebro para todas as partes do corpo. Juntos, eles compõem o Sistema Nervoso Central (SNC). Sabe quando o médico bate com o martelo no joelho para avaliar o reflexo? É o SNC trabalhando!

Nervos: Os nervos fazem parte do Sistema Nervoso Periférico (SNP) e têm como função realizar a ligação do Sistema Nervoso Central com os órgãos do nosso corpo.

Músculos: Os músculos são os tecidos responsáveis por dar movimento e força ao esqueleto. São ligados aos ossos através dos tendões.

Ligamentos: Os ligamentos são fixados aos ossos com o objetivo de dar estabilidade e firmeza para as articulações e são constituídos, principalmente, de colágeno.

Articulações: As articulações conectam dois ou mais ossos e podem ser móveis ou imóveis. As articulações móveis, como o joelho e a própria coluna vertebral, possuem cartilagem e líquido lubrificante.

Disco intervertebral: O disco intervertebral fica localizado entre as vértebras da coluna e é constituído por um anel fibroso (composto por cartilagem) e um núcleo pulposo (composto por ácido hialurônico). Sua principal função é absorver os impactos e distribuir o peso que a coluna recebe todos os dias.

Atlas: É a primeira vértebra da coluna cervical, também chamada de C1.

Axis: É a segunda vértebra da coluna cervical, também chamada de C2.

Doenças mais comuns

Osteoporose: Doença caracterizada pela queda na densidade dos ossos, o que aumenta o risco de fraturas e dores na coluna por fraturas nas vértebras.

Hérnia de disco: Sabe o disco intervertebral que nós já falamos? Quando o núcleo dele vaza para fora do disco, por conta de desgastes ou fissuras, causa uma hérnia, gerando as dores na coluna.

Lombalgia: É chamada de lombalgia a dor na região lombar inferior da coluna. Quando ela irradia para as nádegas ou pernas, é chamada de lombociatalgia.

Dor facetária: Doença causada pelo desgaste de uma pequena articulação localizada na coluna, chamada faceta. Também chamada de artrose da articulação facetária, artropatia facetária ou espondilose.

Espondilolistese: Quando o desgaste da faceta se agrava, as vértebras começam a deslizar umas sobre as outras, podendo causar, além da dor na coluna, dor nas pernas, formigamento, perda de força e coordenação e incapacidade de andar.

Estenose do canal vertebral: É um estreitamento do canal por onde passa a medula espinhal e os nervos dentro da coluna. Na maioria dos casos, a doença é degenerativa, causada em função da idade avançada e afeta, principalmente, no pescoço e na região lombar.

Sacroileíte: Inflamação das articulações na região do sacro, causando dores que podem ser irradiadas para a lombar, virilha, pés e pernas.

Espondilite anquilosante: Doença crônica resultante da inflamação das articulações do esqueleto axial, que é composto pelos ossos da cabeça, tórax e coluna. Se não tratada devidamente, pode deixar a pessoa incapacitada.

Hipercifose: É a famosa corcunda. Corresponde ao aumento da curvatura das vértebras da região torácica/dorsal e da região pélvica/sacro.

Hiperlordose: É quando a curvatura da cervical e da lombar está aumentada, dando aquela impressão de “bumbum arrebitado”.

Escoliose: Ao contrário da hipercifose e da hiperlordose, a escoliose é uma alteração na curvatura lateral da coluna, sendo visível ao olhar uma pessoa de frente ou de costas.

Aqui na Vertebrata, você conta com a experiência de mais de 30 anos do Dr. Ailton Moraes para fazer uma avaliação completa e um tratamento minimamente invasivo para a reabilitação da sua coluna.

Quer saber mais? Marque uma consulta!

Médico neurocirurgião especialista em tratamentos da coluna vertebral, é membro titular da Sociedade Brasileira de Neurocirurgia, Academia Brasileira de Neurocirurgia e Sociedade Brasileira de Coluna, bem como da North American Spine Society e Spinal Artroplasty Society.


Leia também

  • Hábitos que podem acelerar o desgaste da colunaHábitos que podem acelerar o desgaste da coluna Todo mundo conhece aquela figura de um idoso que caminha curvado, com a ajuda de uma bengala. Apesar de ser somente um estereótipo, há uma grande verdade por trás disso. Nossa coluna […]
  • Má postura pode prejudicar a sua saúdeMá postura pode prejudicar a sua saúde Nossa saúde pode ser afetada por muitos fatores externos que não podemos controlar. Mas há também problemas que podem surgir devido a comportamentos ou hábitos que adquirimos, como por […]
  • Compressão nas estruturas nervosas pode causar dores nas costasCompressão nas estruturas nervosas pode causar dores nas costas Qualquer compressão ou irritação nas estruturas nervosas pode causar dores nas costas. Mas o que é um nervo comprimido? Para responder a essa pergunta, é importante saber um pouco sobre […]
  • Problemas da coluna como consequência da obesidadeProblemas da coluna como consequência da obesidade As pessoas com sobrepeso ou obesas têm alto risco de desenvolverem dor crônica nas costas. Especialistas médicos em todo o mundo tentam conscientizar a população sobre as duas doenças cada […]
  • O estresse é um inimigo da coluna cervicalO estresse é um inimigo da coluna cervical A dor cervical é uma conhecida de muita gente. Tanto que, estudos indicam, 70% da população sofre, ou sofrerá, de dores no pescoço em algum momento da vida. A incidência do problema pode […]
  • Compreendendo as causas de dores no cóccixCompreendendo as causas de dores no cóccix Uma queda, longos períodos sentado em uma superfície dura ou mesmo um parto difícil. Situações completamente diferentes, mas que podem ocasionar um problema em comum.: dores na área do […]