Escolha o sapato correto para evitar dores na coluna

18 de março de 2020 | sem comentário | Categoria(s): coluna vertebral, dor na coluna, dor no corpo, dores nas costas, tratamentos, vertebrata

Os pés são a nossa sustentação. Eles suportam todo o peso do nosso corpo e são responsáveis pelo nosso deslocamento no dia a dia. Uma pisada inadequada durante todo o dia, por exemplo, pode gerar dores crônicas e lesões na coluna, principalmente, na região lombar.

Uma das principais causas dessa pisada irregular é o uso de sapatos que não oferecem conforto e estabilidade suficientes aos pés, em especial, os sapatos de salto alto.

Por mais bonitos que sejam e transmitam uma aparência elegante, os sapatos de salto alto precisam ser usados com moderação e escolhidos com a devida atenção.

Além disso, outros calçados como chinelos e tênis também precisam de cuidados, pois, apesar de serem baixos, também podem apresentar risco de causar dores nas costas.

Estrutura do pé

Antes de falarmos sobre a escolha do sapato correto para evitar dores na coluna, precisamos entender como os nossos pés funcionam. Nossos pés são compostos por 26 ossos cada e estão divididos da seguinte forma:

Tarso: Tálus, calcâneo, cuboide, navicular e três cuneiformes.

Metatarso: Formado por cinco ossos metatarsais sem nomes específicos.

Falanges: Existem três falanges para cada um dos dedos do pé, exceto para o hálux (o nosso dedão), que tem apenas duas.

Além desses 26 ossos, nossos pés possuem 107 ligamentos e 33 articulações. Não podemos esquecer dos músculos, que são classificados como extrínsecos (localizados na parte inferior da perna, abaixo do joelho) e intrínsecos (ficam abaixo da articulação do joelho, nas regiões do dorso e da planta do pé).

Com salto X sem salto

Quando estamos usando salto alto, a tendência é que o nosso corpo seja jogado para a frente, para compensar o fato de que a base do salto é menor que a estrutura do calcanhar. Isso acontece para evitar desequilíbrios ou, até mesmo, que o salto quebre.

Em sapatos com salto de base larga o apoio é feito no calcanhar. Depois, na medida que vai caminhando, o peso é distribuído para a frente do pé, nos metatarsos. Quando o sapato tem o salto de base fina, essa distribuição de peso não acontece e a sobrecarga fica apenas na planta dos pés.

Por outro lado, quando a caminhada acontece sem salto alto, o peso é distribuído em toda a estrutura do pé, passando pelos calcanhares, bordas laterais e, por fim, a frente do pé, onde os dedos fazem o movimento de passada.

Cuide com a altura

A altura ideal do salto para evitar sentir dores na coluna é de até 5 centímetros, o equivalente a três dedos da mão. Mais alto que isso, o salto já começa a mudar a angulação da coluna, aumentando as chances de uma alteração postural, hérnia de disco, lordose e de lesões na região lombar das costas e pescoço.

Entretanto, andar totalmente sem salto também pode prejudicar a coluna. Calçados como sapatilhas, chinelos e rasteirinhas, por exemplo, não possuem nenhum sistema de amortecimento e, por isso, não absorvem os impactos da caminhada.

Não vivo sem salto

Se você realmente não consegue viver sem utilizar salto alto, seja por preferência ou necessidade de trabalho, a recomendação para evitar dores na coluna é alternar durante a semana entre saltos mais altos e mais baixos.

Aproveite para colocar os pés no chão quando estiver sentada e, se possível, opte por utilizar um tênis no deslocamento para o trabalho, deixando para colocar o sapato apenas quando chegar no local. Essa dica pode ajudar, principalmente, se você mora em uma região com terreno irregular.

Também tenha como hábito realizar alongamentos para proporcionar o relaxamento muscular durante o dia e inclua os exercícios físicos no seu cotidiano, pelo menos três vezes por semana.

Atenção com os tênis

O calçado mais recomendado para evitar dores na coluna é o tênis. Contudo, assim como os sapatos femininos, deve-se ter atenção na hora da escolha, para não comprar um produto que não atenda as suas necessidades.

Por exemplo, se você precisa de um tênis para caminhada, o ideal é escolher um que tenha boa aderência e amortecimento. Para corridas, o melhor é um tênis com solado que possibilite a transferência de energia durante a passada.

Segundo um estudo de 2018 publicado na revista médica Clinical Rehabilitation, tênis ou sapatos com salto plataforma, em formato de balanço, ajudam a fortalecer os músculos da coluna e podem melhorar as dores na lombar.

Caso suas dores persistam após essas dicas, venha conferir o nosso trabalho. Marque uma consulta com o Dr. Ailton Moraes e conheça um novo conceito em investigação e tratamento de doenças da coluna vertebral, dorsal, lombar e cervical. O melhor tratamento para dores crônicas é na clínica Vertebrata!

Médico neurocirurgião especialista em tratamentos da coluna vertebral, é membro titular da Sociedade Brasileira de Neurocirurgia, Academia Brasileira de Neurocirurgia e Sociedade Brasileira de Coluna, bem como da North American Spine Society e Spinal Artroplasty Society.


Leia também

  • 4 doenças reumáticas que podem afetar a coluna4 doenças reumáticas que podem afetar a coluna Muitas pessoas se referem ao reumatismo como sendo uma doença quando, na verdade, ele constitui um grupo de centenas de enfermidades que afetam, principalmente, as articulações do […]
  • Compreendendo as causas de dores no cóccixCompreendendo as causas de dores no cóccix Uma queda, longos períodos sentado em uma superfície dura ou mesmo um parto difícil. Situações completamente diferentes, mas que podem ocasionar um problema em comum.: dores na área do […]
  • Guia da coluna: entenda os principais termosGuia da coluna: entenda os principais termos A coluna vertebral é uma das partes mais importantes do nosso corpo. É o que nos equilibra, dá sustentação e aguenta todas as pressões do dia a dia: má postura, sobrecarga de peso, […]
  • Espondilite Anquilosante: um problema que pode ir além da coluna vertebralEspondilite Anquilosante: um problema que pode ir além da coluna vertebral Você sabia que hoje, 7 de maio, é o Dia Mundial da Espondilite Anquilosante? A data é um momento de conscientização a respeito dessa doença reumatológica que afeta a coluna vertebral e […]
  • Obesidade e problemas de colunaObesidade e problemas de coluna Dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), mostram que 50,1% dos homens com mais de 20 anos no Brasil estão acima do peso. Entre o público feminino, o índice é de […]
  • Anatomia da coluna: Região lombarAnatomia da coluna: Região lombar Na série Anatomia da Coluna, chegamos ao nosso terceiro momento, em que falaremos da Região Lombar. Uma área que muita gente já ouviu falar, até porque a dor lombar, ou lombalgia, é queixa […]