Cuidados ajudam a prevenir e aliviar a dor no nervo ciático

17 de novembro de 2016 | sem comentário | Categoria(s): dor ciática, nervo ciático

Conheça as causas, sintomas e os principais cuidados para prevenir as dores no nervo ciático.

O nervo ciático é o mais extenso nervo do organismo humano, indo desde a coluna lombar, por trás da coxa e dos joelhos até os pés. É muito exigido nas mais diversas atividades do dia a dia: concede força e flexibilidade aos membros inferiores, possibilita o movimento dos músculos das pernas e também é responsável pelas sensações.

Quando o nervo ciático, por algum tipo de dano ou lesão é comprimido, inflama e incha, provocando dor dentro do canal espinhal ou em outra parte do percurso que o nervo faz.

A dor no nervo ciático (também conhecida como dor ciática) é geralmente caracterizada pela sensação de pinçadas, queimação, falta de sensibilidade e/ou fraqueza que irradiam em pontos internos entre o quadril, pernas e pés, quase sempre em apenas um dos lados do corpo.

Causas da dor no nervo ciático

A dor ciática pode não ser uma doença em si, mas sintoma de outros problemas de saúde. Segundo dados do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística), 90% dos casos originam-se como consequência da hérnia de disco: patologia que acomete cerca de cinco milhões de brasileiros. Outras causas comuns da dor são traumas, osteoartrite, estenose espinhal, deslizamento de vértebras, tumores, postura inadequada e até mesmo excesso de exercícios físicos, além de outros fatores frequentes como o envelhecimento, o sobrepeso e o sedentarismo.

Na faixa etária dos 30 aos 50 anos é que a dor no nervo ciático costuma aparecer com mais constância. Já os sintomas e os locais onde a dor começa e posteriormente irradia, além da intensidade, podem variar de pessoa para pessoa, a depender da sua estrutura corporal, genética e qualidade de vida.

Existem formas de prevenir e aliviar a dor no nervo ciático. Confira:

Atente-se para a postura

A postura inadequada sem dúvida pode conduzir à dor ciática. Para evitar, procure manter o corpo em posição correta ao sentar-se e levantar-se e, sempre que for se inclinar (para pegar objetos no chão, por exemplo) flexione os joelhos. Também evite ficar na mesma posição por mais de 90 minutos. Recomenda-se também não sentar com a carteira guardada no bolso de trás, pois o incômodo provocado no quadril por este detalhe pode ser prejudicial a longo prazo.

Exercício físicos corretos

Já comentamos que a realização excessiva e incorreta de atividades físicas pode ocasionar dores no nervo ciático. Mas isso não significa de jeito algum que a prática deva ser ignorada ou interrompida. Exercícios aeróbicos como caminhadas, durante cerca de 30 minutos, são recomendados para alívio e prevenção da dor (a intensidade do exercício deve ser progressiva). Outra atividade recomendada é o pilates, que trabalha com alongamento e vários músculos.

Peso e dieta

Quanto mais acima do peso a pessoa estiver, mais a coluna irá se sobrecarregar para sustentar o corpo, o que pode acarretar na dor ciática. Por isso é fundamental manter uma dieta saudável e evitar o acúmulo de gordura corporal.

Compressas quentes ou frias e medicamentos

O uso alternado de compressas quentes e frias no ponto onde a dor é mais intensa é um dos principais meios de aliviá-la. Pode ser feito com uso de gelo, bolsas ou almofadas térmicas. Caso a dor seja muito intensa, seu médico pode indicar relaxantes musculares ou antinflamatórios.


Leia também


Deixe um comentário

Seja o Primeiro a Comentar!

Notify of
avatar
wpDiscuz