Anatomia da Coluna: Região Sacrococcígea

22 de junho de 2020 | sem comentário | Categoria(s): coluna cervical, coluna vertebral, dor na coluna, dor no corpo, dores nas costas, tratamento dor nas costas, tratamento para coluna

Para encerrar nossa série sobre a Anatomia da Coluna, hoje vamos falar da região final desta estrutura: a Região Sacrococcígea. Reunimos muita informação para que você possa ter conhecimento sobre a importância dessa área, bem como suas funções e alguns dos problemas mais comuns que ali podem ocorrer. 

Boa leitura!

O sacro e o cóccix

O sacro e o cóccix são diferentes de outros ossos da coluna vertebral. O sacro, também chamado de vértebra sacral ou coluna sacral (S1), é um osso grande e plano, de forma triangular, aninhado entre os ossos do quadril e posicionado abaixo da última vértebra lombar (L5). O cóccix vem logo abaixo do sacro.

O sacro é composto por cinco vértebras fundidas (de S1 até S5) e o cóccix é a parte mais baixa da coluna vertebral e consiste em três ou mais ossos pequenos fundidos. O cóccix articula-se com o sacro através do disco vestigial e também se conecta ao sacro com ligamentos. 

O movimento entre o cóccix e o sacro é muito limitado. Ambas as estruturas suportam peso e integram funções como caminhar, ficar de pé e sentado.

O sacro está localizado entre os quadris e forma a parte de trás da pelve. O sacro juntamente com o cóccix e as duas articulações sacroilíacas formam a cintura pélvica. A parte superior do sacro (S1) une a última vértebra lombar (L5) e cria a coluna lombossacra.

Na região onde a vértebra S1 se une a L5,  formam-se as curvas lombossacrais: lordose lombar e cifose lombar. A curvatura lordótica e cifótica trabalha em conjunto para apoiar a parte superior do corpo, suportar, distribuir peso, força e ajuda a manter o equilíbrio da coluna vertebral e a flexibilidade funcional.

Lordose é a curva interior. O excesso de lordose pode causar oscilação que, às vezes, está associada à espondilolistese. A perda de lordose pode causar desequilíbrio da coluna vertebral e levar ao Desequilíbrio Sagital (Síndrome Flatback). Cifose é o termo usado para designar tanto a curvatura fisiológica nas regiões torácica e sacrococcígena da coluna vertebral, quando vista de perfil.

A localização do sacro, na interseção da coluna vertebral e da pelve, desempenha um papel especialmente importante na região lombar e nos quadris. As articulações do sacro suportam peso e ajudam a estabilizar essa área da coluna vertebral. 

 

Articulação lombossacra

Esta articulação ocorre entre as vértebras L5 e S1, e essencialmente conecta a coluna lombar ao sacro. Há uma grande quantidade de pressão neste ponto de encontro, na medida em que a curva da coluna muda de L5-S1 de lordótico (lordose lombar, curva para a frente) para cifótico (cifose sacral, curva para trás). 

O nível das vértebras L5-S1 suporta, absorve e distribui o peso da parte superior do corpo em repouso e movimento. Essa é uma das razões pelas quais hérnia de disco e espondilolistese são mais comuns nessas vértebras.

 

Articulações sacroilíacas 

As articulações sacroilíacas conectam o sacro aos lados esquerdo e direito da pelve. Ao contrário de outras articulações do corpo, como joelhos, por exemplo, a amplitude de movimento das sacroilíacas é mínima. Elas são essenciais para caminhar, ficar em pé e para a estabilidade do quadril. 

Sacroiliite e a disfunção sacroilíaca são dois distúrbios da coluna vertebral relacionados às articulações sacroilíacas. A sacroiliite é uma inflamação na articulação do sacro com o quadril que gera dor e desconforto no final da coluna. Já a disfunção sacroilíaca é um problema comum que pode estar relacionado a dores na “base da coluna”, no quadril ou na coxa.

Outros distúrbios relacionados à coluna sacral incluem ciática, cistos de Tarlov e cordoma espinhal, que é um tipo comum de câncer ósseo da coluna vertebral.

 

Papel do cóccix

O cóccix está localizado logo abaixo do sacro. Embora seja muito menor que o primeiro, também tem um importante papel de sustentação. O cóccix ajuda a suportar nosso peso enquanto nos sentamos. Se nos encostamos enquanto estamos sentados, como reclinados em uma cadeira, a pressão em nosso cóccix aumenta.

Uma lesão nessa região coccígea pode causar dor no cóccix, conhecida como coccidínia. É frequentemente caracterizada pela inflamação do tecido conjuntivo do cóccix, resultando em dor no cóccix que piora quando sentado. A fratura do cóccix que pode ocorrer a partir de um evento traumático, como uma queda, e também pode causar essa dor.

 

Nervos sacrais e coccígeos

A medula espinhal termina em L1-L2, criando a cauda com um feixe de nervos espinhais que se assemelham à cauda de um cavalo. No sacro, estão os nervos sacrais, eles são chamados de plexo sacral. O nervo ciático é o maior nervo no plexo sacral. A compressão do nervo ciático causa um grupo de sintomas que são notoriamente conhecidos por dores nas costas e nas pernas. O nervo coccígeo é aquele que serve o cóccix.

Existem cinco nervos sacrais numerados de S1 a S5. O primeiro nervo espinhal sacral serve a área da virilha e quadris, S2 na parte de trás das coxas, S3 no meio da área das nádegas, e S4 e S5 o ânus e a vagina.

 

Prevenção de problemas

O seu médico é uma excelente fonte de informações para ajudar na prevenção de problemas relacionados ao sacro ou dor no cóccix. Considere conversar com um especialista e sanar suas dúvidas e confira algumas dicas que podem ser úteis para os cuidados com a coluna Sacrococcígea:

  • Evite atividades esportivas que estressem a coluna inferior. Em algumas pessoas, exercícios que exigem extrema flexibilidade lombossacra podem causar ou contribuir para dores nas costas e nas pernas, dormência e fraqueza.
  • Exercite-se regularmente. Exercícios moderados, como caminhada, corrida, natação e ioga ajudam a manter toda a coluna forte, flexível e saudável.
  • Desenvolva a força muscular central (no abdômen). Uma boa força muscular central pode ajudar a estabilizar o sacro.
  • Sempre mantenha uma boa postura. Evite se curvar quando estiver sentado, pois isso pressiona indevidamente a coluna lombossacra e as articulações sacroilíacas.
  • Use sempre cinto de segurança. Os acidentes de carro representam uma das principais causas de trauma na coluna inferior. Nunca deixe de usar o cinto de segurança corretamente.

 

Agência de Marketing Digital


Leia também

  • Mitos e verdades sobre a coluna vertebralMitos e verdades sobre a coluna vertebral “De médico e louco, todo mundo tem um pouco”. Já ouviu esse ditado? Pois é. Quando o assunto é dor na coluna vertebral, todo mundo tem uma opinião ou palpite para dar.Porém, alguns […]
  • Bloqueio do nervo e injeções de faceta: Tratamentos parecidos para necessidades diferentesBloqueio do nervo e injeções de faceta: Tratamentos parecidos para necessidades diferentes Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), de cada dez pessoas, oito terão dores nas costas ao longo da vida. Você, provavelmente, é uma delas, não é mesmo? Essa é a maior causa de […]
  • 4 doenças reumáticas que podem afetar a coluna4 doenças reumáticas que podem afetar a coluna Muitas pessoas se referem ao reumatismo como sendo uma doença quando, na verdade, ele constitui um grupo de centenas de enfermidades que afetam, principalmente, as articulações do […]
  • 3 cuidados com a coluna na quarentena3 cuidados com a coluna na quarentena A pandemia do novo coronavírus (Covid-19) abalou o mundo em diversos aspectos e impôs mudanças drásticas nas nossas rotinas diárias.A principal delas é o isolamento social, que fez com […]
  • 11 dicas para cuidar da coluna no trânsito11 dicas para cuidar da coluna no trânsito Você sabia que os brasileiros passam cerca de 32 dias do ano apenas no trânsito? É muito tempo gasto dirigindo, pilotando, sentado ou em pé se deslocando, principalmente, para o trabalho […]
  • Anatomia da coluna: Região lombarAnatomia da coluna: Região lombar Na série Anatomia da Coluna, chegamos ao nosso terceiro momento, em que falaremos da Região Lombar. Uma área que muita gente já ouviu falar, até porque a dor lombar, ou lombalgia, é queixa […]

Deixe um comentário

avatar
  Subscribe  
Notify of