Posso ficar corcunda?

19 de fevereiro de 2020 | sem comentário | Categoria(s): coluna vertebral, dor na coluna, dores nas costas, tratamento dor nas costas, tratamento para coluna

A resposta para a pergunta do título é: Sim! Mas, não se preocupe, que nós vamos falar sobre como prevenir e, se necessário, tratar essa doença, chamada de hipercifose. Ela consiste em um abaulamento da região posterior torácica, que faz com que a cabeça, o pescoço e os ombros sejam projetados para frente, criando a corcunda. A hipercifose não tem cura e pode durar anos ou, até mesmo, toda a vida. 

 

Hipercifose adquirida

 

Nesse caso, a corcundez surge em decorrência de outras doenças como: espondilite anquilosante, tuberculose, poliomielite, doenças ligadas ao metabolismo, doenças neuromusculares, além da doença de Scheuermann, enfermidade rara que afeta pessoas entre 10 e 20 anos, principalmente homens. 

 

Hipercifose congênita 

 

Quando a corcundez ocorre durante a gestação, ela é chamada de hipercifose congênita. A causa são malformações nos ossos e vértebras da coluna. Para esse caso, o tratamento recomendado é a cirurgia, pois a doença tende a se intensificar com o crescimento da criança. 

 

Hipercifose postural

 

Nesse caso, como o próprio nome diz, a causa direta é a má postura do paciente e, geralmente, tem fácil tratamento. Porém, se for negligenciada, pode ter consequências mais graves. 

 

Sintomas mais comuns

 

  • Dores nas costas e pescoço;
  • Dificuldade para se movimentar;
  • Fadiga e rigidez muscular;
  • Sensibilidade nas pernas;
  • Alteração na curvatura da coluna e 
  • Dor durante momentos de repouso.

 

Diagnóstico

 

Para um diagnóstico correto da hipercifose, é necessário consultar um médico especialista em coluna, que pode solicitar uma série de exames.

 

Raio-X

 

É o exame mais comumente solicitado pela rapidez do resultado e possibilita a identificação do local exato da anormalidade e fazer o acompanhamento da evolução do tratamento. Entretanto, é o procedimento que menos revela detalhes em comparação com os demais exames de diagnóstico por imagem.

 

Ressonância magnética

 

A ressonância é um exame que permite investigar com mais profundidade e detalhes que o raio-x, pois gera imagens de grande resolução. Com ela, é possível descartar doenças que tenham sintomas semelhantes e visualizar os chamados tecidos moles, como discos intervertebrais rompidos, medula espinhal, estreitamento do canal espinhal, raízes de nervos, músculos e ossos.

 

Tomografia computadorizada

 

Através da tomografia computadorizada é possível visualizar imagens tridimensionais do esqueleto e dos órgãos. Esse exame mostra diferentes tipos de tecidos, como gordura e músculos, e proporciona mais detalhes sobre a intensidade das anomalias que afetam a estrutura da coluna. 

 

Densitometria óssea

 

Esse exame é solicitado para detectar uma possível perda de massa óssea, chamada de osteopenia, e que pode levar à osteoporose

 

Tratamento 

 

Existem diversos recursos para tratar a corcundez. Os mais tradicionais consistem em práticas (fisioterapia,  Reeducação Postural Globalizada (RPG), alongamento, pilates e natação), medicamentos (relaxantes musculares, anti-inflamatórios e analgésicos) e órteses (palmilhas e coletes ortopédicos).

 

Em casos mais graves, pode ser recomendada a cirurgia de estabilização da coluna vertebral, através da inserção de enxertos ósseos e incisões nos ossos para liberar as estruturas musculares. 

 

Prevenção

 

Alguns hábitos podem ser adotados para prevenir ou retardar esse problema. A primeira e mais importante delas é a prática regular de exercícios e alimentação balanceada, para fortalecer a musculatura, evitar a obesidade e, consequentemente, a sobrecarga da coluna. Não se automedique e procure um profissional especialista em coluna para um diagnóstico e tratamento adequados.

 

Tenha atenção na escolha de calçados, os tênis precisam se adequar a sua pisada, enquanto os saltos não devem ser muito altos e finos, pois eles alteram o posicionamento da coluna. Quando for pegar algo pesado, flexione os joelhos e se abaixe até ficar na altura do objeto, contraia o abdômen, mantenha as pernas afastadas e levante com o objeto sempre próximo ao corpo.

 

Por fim, mantenha uma postura adequada ao desempenhar as tarefas domésticas e durante o expediente de trabalho. 

Agência de Marketing Digital


Leia também


Deixe um comentário

avatar
  Subscribe  
Notify of