Cirurgias e outros tratamentos para hérnia de disco buscam aliviar dores na coluna

7 de agosto de 2017 | sem comentário | Categoria(s): Hérnia de disco

Embora seja bem dolorosa, a hérnia de disco tem tratamento que pode ser por meio de fisioterapia ou cirurgia.

Os “anéis” cartilaginosos que se encontram entre as vértebras da coluna espinhal são chamados de discos intervertebrais. Sua função é impedir o atrito entre as vértebras, garantindo a plena mobilidade da coluna e o suporte à postura.

A hérnia de disco ocorre quando um disco invertebral sofre desgaste ou ruptura e se desloca de sua posição normal, comprimindo as raízes nervosas da coluna. A doença ocorre comumente na região inferior das costas (lombar) e na área da nuca (cervical), causando uma série de sintomas dolorosos e, em casos graves, a limitação dos movimentos do tronco.

Conforme indicam pesquisas da Sociedade Brasileira de Coluna, a hérnia de disco é uma das causas mais frequentes de dor lombar. Estima-se que 30% dos casos de dor nas costas ocorrem devido ao surgimento da hérnia de disco.

O problema pode ser causado não só por fatores hereditários, mas também por postura inadequada, sedentarismo, excesso de peso e, até mesmo, atividades físicas intensas que sobrecarregam a coluna.

hernia de discoAcompanhe, a seguir, algumas opções de tratamentos para a hérnia de disco:

1- Tratamento para hérnia de disco com fisioterapia

A fisioterapia dispõe de diversos programas de tratamentos que visam reduzir a compressão do disco vertebral sobre os nervos e fortalecer os músculos e articulações que sustentam a coluna, entre eles o calor, alongamentos, exercícios e o uso de aparelhos como de ultrassom, TENS e laser que podem ser usados como anti-inflamatórios ajudando a diminuir a dor e o desconforto na coluna.

O tratamento fisioterapêutico para hérnia de disco proporciona, na maioria das pessoas, alívio dos sintomas de dor, rigidez e inchaço em poucas semanas. Na maioria dos casos, a melhora na condição geral do paciente ocorre naturalmente, o que deverá ser avaliado junto ao seu médico, que decidirá pela continuidade ou mudanças no tratamento, quando poderá optar por outras técnicas e até mesmo cirurgia na coluna, em casos mais graves.

Métodos como pilates e RPG (Reeducação Postural Global) também podem ser utilizados no tratamento da hérnia de disco, já que trabalham simultaneamente o condicionamento físico e a consciência corporal. Por meio de exercícios focados na postura, concentração, respiração, flexibilidade e centro de força, é possível revigorar os músculos posturais e equilibrar os eixos da coluna lombar, cervical, quadril e ombro.

Todos os tratamentos fisioterápicos podem ser associados a medicamentos analgésicos ou anti-inflamatórios para aliviar a dor causada pela hérnia de disco.

2- Bloqueio epidural para dores decorrentes da hérnia de disco

A injeção de uma anestesia local e a infiltração de anti-inflamatórios diretamente na área afetada pela hérnia de disco é chamada de bloqueio epidural. O método é utilizado, sobretudo, em pacientes que sofrem fortes dores e necessitam de uma solução mais efetiva que os medicamentos orais.

Na maioria dos casos, realiza-se também uma injeção de contraste antes do anti-inflamatório para garantir que o medicamento se espalhe corretamente. Nas primeiras 48 horas após o bloqueio, o paciente deve permanecer de repouso e, somente depois, retomar suas atividades de rotina.

O bloqueio epidural pode trazer alívio da dor em médio prazo e melhorar a movimentação da coluna, permitindo que o paciente se dedique à fisioterapia de forma mais confortável e segura.

3- Radiofrequência para tratar a hérnia de disco

Diferentemente dos bloqueios epidurais com anti-inflamatórios, no tratamento com radiofrequência o objetivo é “cauterizar” pequenas ramificações nervosas que se encontram nas articulações da coluna.

O procedimento é simples e efetivo, proporcionando grande alívio da dor persistente causada pela hérnia de disco. Sua realização ocorre em ambiente ambulatorial e requer apenas uma internação curta que não ultrapassa 24 horas.

4 – Cirurgia minimamente invasiva para hérnia de disco

Em casos mais graves que não respondem a tratamentos mais convencionais, a solução poderá ser através de uma intervenção cirúrgica. Com os avanços contínuos da medicina, atualmente é possível aplicar técnicas de cirurgia endoscópica que não exigem grandes incisões e reduzem consideravelmente os riscos de hemorragias e infecções.

medicos hernia de discoA principal diferença entre as técnicas cirúrgicas tradicionais e a cirurgia minimamente invasiva é que, nesta última, o cirurgião visualiza a área operada através de uma microcâmera acoplada a um sistema óptico. Desse modo, obtém-se uma imagem de alta definição sem que seja necessário realizar cortes profundos ou descolamento de músculos.

Além do sangramento mínimo, a cirurgia endoscópica para hérnia de disco oferece outras vantagens, tais como:

  • não necessita de anestesia geral, apenas anestesia local e sedação;
  • não exige internação longa e o paciente é liberado no mesmo dia;
  • pouca dor pós-operatória e recuperação rápida;
  • rápido retorno à rotina diária;
  • altos índices de sucesso.
A cura ou diminuição dos efeitos da hérnia de disco começa pela informação. Acompanhe em nosso blog tudo sobre a causas, sintomas e tratamentos da hérnia de disco e também outros problemas da coluna.

Leia também


Deixe um comentário

Seja o Primeiro a Comentar!

Notify of
avatar
wpDiscuz