Cuidados com a coluna nas tarefas domésticas

6 de fevereiro de 2020 | sem comentário | Categoria(s): dor na coluna, dor no corpo, vertebrata

Tão importante quanto a nossa postura durante o expediente de trabalho, é a postura para a realização das tarefas domésticas, que costumam ser tão repetitivas quanto. Especialmente, para quem trabalha com isso. Por essa razão, o assunto de hoje do blog da Vertebrata são os cuidados que você deve ter com a coluna ao limpar e organizar a casa.

 

Em primeiro lugar, temos que ressaltar a importância de praticar exercícios regularmente, pois, apesar de parecer, limpar a casa não consiste em uma atividade física e, sim, em um esforço físico. Dessa forma, você vai fortalecer a musculatura e diminuir os riscos de lesões. 

 

Independente da tarefa que você for realizar, a coluna deve estar sempre ereta. Para isso, ela conta com a ajuda de uma dupla fundamental: Abdômen e joelho. Enquanto o primeiro deve ser contraído, o segundo precisa ser flexionado. Com essas três partes do corpo trabalhando em harmonia, você conseguirá desempenhar suas tarefas de forma mais fácil e menos prejudicial a saúde da sua coluna.

 

Confira algumas das doenças e síndromes mais comuns que podem acometer a coluna e de que forma podemos prevenir elas ao realizar as tarefas domésticas:

 

Lesão por esforço repetitivo (LER)

 

Também chamada de Lesão por Trauma Cumulativo, essa síndrome atinge mais 2 milhões de pessoas por ano no Brasil, em sua maioria mulheres. Os principais sintomas são formigamento, redução nos movimentos, sensibilidade, fadiga e rigidez muscular. 

 

O diagnóstico pode ser feito clinicamente, sem necessidade de exames e o tratamento consiste, basicamente, em medicamentos anti-inflamatórios, repouso da área afetada e fisioterapia. Em casos mais graves, pode ser necessária uma cirurgia e uso de corticoides. Por isso, a causa da LER é fundamental na definição do melhor tratamento.

 

Em casa, alguns dos esforços repetitivos que realizamos são lavar, passar e estender roupas

 

Para lavar e passar, a dica é utilizar um banquinho ou, até mesmo, um tijolo, para apoiar um dos pés, alternadamente. Se você for executar essa tarefa durante muito tempo, é recomendado fazer pequenas pausas para descanso. 

 

O ideal, também, é deixar o balde na altura da cintura. Ao estender as roupas, procure deixar o varal o mais baixo possível para não forçar a cervical. Se não for possível, utilize um banco ou escada para evitar elevar os braços acima do ombro.

 

Hérnia de disco

 

A hérnia de disco é tão comum quanto a LER e consiste em um desgaste ou deslocamento do disco intervertebral. As regiões que mais sofrem são a cervical e a lombar, por se movimentarem mais e suportarem mais peso. 

 

Nesse caso, o diagnóstico é feito através de exames e o tratamento prescrito é semelhante ao da LER, com uso de anti-inflamatórios, repouso e fisioterapia, além de acupuntura. Conforme a gravidade, pode ser necessária uma intervenção cirúrgica para descompressão do nervo afetado pelo disco. 

 

Algumas tarefas que podem causar pressão no disco intervertebral são aspirar, varrer, e passar rodo. Nesses casos, a recomendação é optar por utensílios com cabos mais longos. Assim, você evita curvar e forçar a coluna. Fique sempre atrás da vassoura e procure não girar o corpo. 

 

Ao movimentar móveis e objetos pesados, pegue-os com as duas mãos, contraia o abdômen, mantenha os pés afastados e abaixe dobrando os joelhos, sempre mantendo o objeto ou móvel próximo ao corpo para não sobrecarregar a coluna. Quando o objeto está afastado, você carrega 15% a mais de peso. Ao realizar esse tipo de trabalho, o ideal é pedir ajuda de outra pessoa. 

 

Lombalgia

 

Como o próprio nome diz, a lombalgia atinge a região lombar inferior da coluna e é a segunda maior causa de consultas médicas gerais, perdendo apenas para o resfriado. Quando a dor é mais intensa e irradia para as pernas ou nádegas, é chamada de lombociatalgia.

 

Essa condição pode ter diversas causas e o diagnóstico pode ser feito apenas com uma conversa com um médico especialista, sem necessidade de exames de imagem. Apesar de parecer algo simples e de fácil tratamento, não subestime o problema e procure um médico especialista em coluna. 

 

Para evitar lombalgias durante as atividades domésticas, ao limpar em locais altos, evite ficar na ponta dos pés. Utilize sempre uma escada ou banco e peça o auxílio de outra pessoa para evitar quedas. Quanto menos você elevar os braços acima nos ombros, melhor. Ao arrumar a cama, evite curvar a coluna para a frente. Ajoelhe-se em cima ou ao lado da cama. Caso não seja possível, contraia o abdômen e flexione os joelhos. 

 

Durante a organização de gavetas, prateleiras e armários, coloque aquilo que você mais usa na frente e aquilo que é mais pesado na altura da cintura. Se você vai permanecer por muito tempo nessa função, sente-se e mantenha a coluna ereta para realizar a tarefa. Se precisar colocar algo pesado em cima de um móvel ou prateleira mais alto, utilize uma escada e mantenha o objeto sempre próximo ao corpo.

 

Com o passar do tempo, todos nós envelhecemos e nossos ossos, discos e articulações, naturalmente, se desgastam. Porém, com alguns cuidados preventivos, podemos prolongar a nossa qualidade de vida. Se mesmo com as nossas dicas você ainda sente dores ao realizar tarefas domésticas, evite a automedicação e procure um profissional especialista. Ao se automedicar, você mascara a dor e, com o passar do tempo, irá agravar a lesão na coluna. 

Médico neurocirurgião especialista em tratamentos da coluna vertebral, é membro titular da Sociedade Brasileira de Neurocirurgia, Academia Brasileira de Neurocirurgia e Sociedade Brasileira de Coluna, bem como da North American Spine Society e Spinal Artroplasty Society.


Leia também


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *